Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010
Poesia erótica

Passar as minhas mãos pelos teus peitos

Brincar nos teus mamilos

Primeiro com as mãos

Depois com a língua

As minhas mãos não descansam

Enquannto a brincadeira é em cima

Em baixo exploramos o teu botão do amor

Seguras-me na minha masculinidade

Que a esta altura já cresceu e de que maneira

Sentir-te palpitar

As tuas unhas nas minhas costas

O arfar nos meus ouvidos

Os insultos após cada estucada

O dominar

O agarrar-te pela cintura

Possuir-te por trás

Minha máquina de prazer

E acabaste de descarregar a tua carga sexual

E tal telemóvel a dar sinal de carga fraca

Já estás a dar sinal de precisares de nova carga

Amo-te minha esposa concubina

 

Ricardo Franco

 

publicado por Odracir às 22:55
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Editores a 23 de Fevereiro de 2010 às 18:48
A Nicotina Magazine e a Nicotina Editores estão a preparar o lançamento de um nova antologia de poesia contemporânea portuguesa, de nome «poetas sem medo». Os interessados podem consultar aqui o regulamento de inscrição, enviando por mail os seus poemas. As inscrições estão abertas durante os próximos meses. Esta iniciativa visa ajudar a Fundação Santo António Maria Claret, uma fundação com um papel fundamental no apoio à infância, 3.ª idade, e cidadãos portadores de deficiência.

http://nicotinamagazine.net/noticias.php?id=52

Comentar post

Pesquisa personalizada
.links